quinta-feira, 30 de maio de 2013

Happy...



Sinto-me imensamente feliz
Parece saído de um conto
Adoro a forma como sorris
O teu charme e o teu encanto
Sinto-me um eterno viajante
Saindo do mais belo sonho
Coloco os olhos no horizonte
Ouço o meu coração risonho
Sinto-me confiante na vida
Tudo o que ela me oferece
Uma história para ser vivida
Numa felicidade que não esquece

Happy...



Sinto-me imensamente feliz
Parece saído de um conto
Adoro a forma como sorris
O teu charme e o teu encanto
Sinto-me um eterno viajante
Saindo do mais belo sonho
Coloco os olhos no horizonte
Ouço o meu coração risonho
Sinto-me confiante na vida
Tudo o que ela me oferece
Uma história para ser vivida
Numa felicidade que não esquece

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Recomeçar...



Na longa jornada de uma vida
Uma viagem temos a realizar
Cada etapa que foi conseguida
Nova meta a definir para alcançar
Por vezes é difícil caminhar
A vida planta muitos espinhos
Nem sempre é fácil acertar
É bom não estarmos sozinhos
Por vezes à que recomeçar
A viagem que foi interrompida
Uma porta finalmente fechar
Para que uma nova seja erguida
Na pele um misto de emoções
Do corpo de novo a viajar
Por entre as quatro estações
Antes do fim do dia chegar
Fecho os olhos para ter a certeza
Do teu rosto não encontrar
Desprovido dessa fraqueza
Estou pronto para avançar
No recomeçar da minha vida
Atento ao que ela me ensinou
Estou pronto para nova partida
Na viagem que agora começou

Recomeçar...



Na longa jornada de uma vida
Uma viagem temos a realizar
Cada etapa que foi conseguida
Nova meta a definir para alcançar
Por vezes é difícil caminhar
A vida planta muitos espinhos
Nem sempre é fácil acertar
É bom não estarmos sozinhos
Por vezes à que recomeçar
A viagem que foi interrompida
Uma porta finalmente fechar
Para que uma nova seja erguida
Na pele um misto de emoções
Do corpo de novo a viajar
Por entre as quatro estações
Antes do fim do dia chegar
Fecho os olhos para ter a certeza
Do teu rosto não encontrar
Desprovido dessa fraqueza
Estou pronto para avançar
No recomeçar da minha vida
Atento ao que ela me ensinou
Estou pronto para nova partida
Na viagem que agora começou

domingo, 19 de maio de 2013

Poeta...


Um poeta não sei eu ser
Apesar do desgosto do viver
A vida tem muito para me ensinar
Ergo os olhos e decido aproveitar
Porque poeta não sei eu ser
Não tenho arte para escrever
Falta-me o dom das palavras
Para fazer delas minhas aliadas
Poeta eu não posso ser
Preciso ainda de aprender
Na vida há princípio e fim
Ambos nunca precisaram de mim
Poeta poderei um dia ser
Parto para que possa vencer
Os medos de poder falhar
Nos braços do amor me lançar
Quando poeta vier um dia a ser
Um lição não devo esquecer
Para fugir de todo o triste fado
Encontrar quem queira ser amado

Poeta...


Um poeta não sei eu ser
Apesar do desgosto do viver
A vida tem muito para me ensinar
Ergo os olhos e decido aproveitar
Porque poeta não sei eu ser
Não tenho arte para escrever
Falta-me o dom das palavras
Para fazer delas minhas aliadas
Poeta eu não posso ser
Preciso ainda de aprender
Na vida há princípio e fim
Ambos nunca precisaram de mim
Poeta poderei um dia ser
Parto para que possa vencer
Os medos de poder falhar
Nos braços do amor me lançar
Quando poeta vier um dia a ser
Um lição não devo esquecer
Para fugir de todo o triste fado
Encontrar quem queira ser amado

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Mistério...



Não há disfarce neste olhar
Revisto-me de bons sentimentos
O desejo intenso por revelar
Querendo a paixão dos momentos
Na porta a chave a telintar 
Lembrando-me dos esquecimentos
O mistério que impera e vai reinar

Mistério...



Não há disfarce neste olhar
Revisto-me de bons sentimentos
O desejo intenso por revelar
Querendo a paixão dos momentos
Na porta a chave a telintar 
Lembrando-me dos esquecimentos
O mistério que impera e vai reinar

terça-feira, 7 de maio de 2013

Quero-te...



Quero-te desde a manhã ao acordar
Ao pôr-do-sol ao fim do dia chegar
Quero o teu beijo intenso e molhado
Teu corpo repousando do mar salgado
Quero-te intensamente de corpo e alma
Entregando-te a mim na ardente chama
Quero-te no pleno do meu coração
Abraçando comigo a imensa paixão
Quero-te na universalidade do amor
Afastando para longe qualquer dissabor
Quero-te nos enigmas destes vocábulos
Encontrar os teus lábios e beijá-los.


Quero-te...



Quero-te desde a manhã ao acordar
Ao pôr-do-sol ao fim do dia chegar
Quero o teu beijo intenso e molhado
Teu corpo repousando do mar salgado
Quero-te intensamente de corpo e alma
Entregando-te a mim na ardente chama
Quero-te no pleno do meu coração
Abraçando comigo a imensa paixão
Quero-te na universalidade do amor
Afastando para longe qualquer dissabor
Quero-te nos enigmas destes vocábulos
Encontrar os teus lábios e beijá-los.


segunda-feira, 6 de maio de 2013

Sonhador...



Estou ainda estou a acordar
De um sonho que em pleno vivi
Para trás vou ter que deixar
Não explicando o que senti
Em frente ao espelho aqui estou
Querendo sair bem deste amor
Sem saber bem por onde vou
Querendo ser novamente sonhador
Foste o sonho que agora terminou
Eu fui o louco nesse grande amor
Custa acreditar que tudo acabou
Ficando este buraco e esta dor
Sinto esta chuva dentro de mim
Dos olhos não consigo chorar
Quero ouvir-te no meu jardim
Na esperança de te ver voltar
Sou sonhador sem os olhos fechar
Desta forma gosto de ser chamado
Colecciono sonhos antes de acordar
Pelos sonhos que vivo acordado


Sonhador...



Estou ainda estou a acordar
De um sonho que em pleno vivi
Para trás vou ter que deixar
Não explicando o que senti
Em frente ao espelho aqui estou
Querendo sair bem deste amor
Sem saber bem por onde vou
Querendo ser novamente sonhador
Foste o sonho que agora terminou
Eu fui o louco nesse grande amor
Custa acreditar que tudo acabou
Ficando este buraco e esta dor
Sinto esta chuva dentro de mim
Dos olhos não consigo chorar
Quero ouvir-te no meu jardim
Na esperança de te ver voltar
Sou sonhador sem os olhos fechar
Desta forma gosto de ser chamado
Colecciono sonhos antes de acordar
Pelos sonhos que vivo acordado


sábado, 4 de maio de 2013

Lugar especial...


No meu coração especial
Há um recanto sempre eterno
Onde não cabe nenhum mal
Que transporte para o inferno
Nele cabe a profunda saudade
Neste momento está mais vazio
Partiu contigo grande felicidade
Podia ter ficado mais sombrio
De batida ainda mais acelerada
Há que erguer alto o olhar
Ouvir o seu bater nesta balada
Fechar os olhos e voltar a sonhar
Neste meu coração especial
Há lugares nunca preenchidos
Momentos de tom celestial
Que jamais serão esquecidos

Lugar especial...


No meu coração especial
Há um recanto sempre eterno
Onde não cabe nenhum mal
Que transporte para o inferno
Nele cabe a profunda saudade
Neste momento está mais vazio
Partiu contigo grande felicidade
Podia ter ficado mais sombrio
De batida ainda mais acelerada
Há que erguer alto o olhar
Ouvir o seu bater nesta balada
Fechar os olhos e voltar a sonhar
Neste meu coração especial
Há lugares nunca preenchidos
Momentos de tom celestial
Que jamais serão esquecidos

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Coração vazio...



Hoje uma lição de vida aprendi
Meu coração já não pode sangrar
De todas as letras que escrevi
Fizeram meu sangue nas veias secar
Escrevo hoje de coração vazio
Testando esta arte de escrever
Neste local encontro o refúgio
O tempo para de novo viver
Já não consigo mais lágrimas chorar
Apesar deste grande buraco no peito
Na vida não há lugar para lamentar
Nada ficou por dizer e tudo foi feito
Na linha do horizonte me concentro
No futuro está o resto da minha vida
Neste lugar onde sentado me encontro
Tenho o tempo de sarar esta ferida
Vazio está este meu delicado coração
Depois de sem aviso teres partido
Abraço cada momento de paixão
Nunca dando o tempo por perdido
Levas contigo a dor e a saudade
Deixando o meu coração vazio
Fica espaço para encher de felicidade
Jamais o quero sentir de novo sombrio
Abro as portas do meu coração
Para que o sol possa por ele entrar
Com ele traga a alegria e emoção
De novo a vontade de poder amar!

Coração vazio...



Hoje uma lição de vida aprendi
Meu coração já não pode sangrar
De todas as letras que escrevi
Fizeram meu sangue nas veias secar
Escrevo hoje de coração vazio
Testando esta arte de escrever
Neste local encontro o refúgio
O tempo para de novo viver
Já não consigo mais lágrimas chorar
Apesar deste grande buraco no peito
Na vida não há lugar para lamentar
Nada ficou por dizer e tudo foi feito
Na linha do horizonte me concentro
No futuro está o resto da minha vida
Neste lugar onde sentado me encontro
Tenho o tempo de sarar esta ferida
Vazio está este meu delicado coração
Depois de sem aviso teres partido
Abraço cada momento de paixão
Nunca dando o tempo por perdido
Levas contigo a dor e a saudade
Deixando o meu coração vazio
Fica espaço para encher de felicidade
Jamais o quero sentir de novo sombrio
Abro as portas do meu coração
Para que o sol possa por ele entrar
Com ele traga a alegria e emoção
De novo a vontade de poder amar!