quarta-feira, 24 de julho de 2013

Conheço-te...



Conheço-te...
Como? De onde?...
Nunca nos havíamos encontrado...
Ou será que juntos já havíamos sonhado...
Estou contigo...
Sinto a tua pele...
Ouço o bater do teu coração...
Bebo o teu aroma perfumado...
E por fico fico enamorado...
Não sei o teu nome...
Sou um desconhecido...
Conheço-te?...
Mas como e de onde?!...
Sorris e dizes que me conheces...
Como e de onde?!...
Nunca os nossos caminhos se cruzaram...
Apenas as nossas linhas se tocaram...
Como te posso conhecer assim...
Será que tudo isto é um sonho?!...
Mas eu sou real e tu és real...
Não estamos a sonhar...
Vivemos juntos sem nenhum mal...
Em ti me quero e vou encontrar...
Conheço-te...
Como mais ninguém conheci...
Tu conheces-me e eu me entrego a ti!...

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Diz-me...



Diz-me...
O que quiseres...
Aquilo que não estavas a pensar...
Tudo o que queres viver...
Diz-me...
O que sentes na tua pele...
O que te toca o coração...
O que te desperta a paixão...
Diz-me...
Que me adoras...
Que me desejas...
Que me amas...
Diz-me...
Tudo o que quiseres...
Sempre de forma transparente...
Mostrando-me a tua tatuagem...
Diz-me tudo...
Mesmo aquilo que já sei...
Diz-me...
Nunca deixes nada por dizer...

Diz-me...



Diz-me...
O que quiseres...
Aquilo que não estavas a pensar...
Tudo o que queres viver...
Diz-me...
O que sentes na tua pele...
O que te toca o coração...
O que te desperta a paixão...
Diz-me...
Que me adoras...
Que me desejas...
Que me amas...
Diz-me...
Tudo o que quiseres...
Sempre de forma transparente...
Mostrando-me a tua tatuagem...
Diz-me tudo...
Mesmo aquilo que já sei...
Diz-me...
Nunca deixes nada por dizer...

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Cúmplice e cumplicidade



Cúmplice ou mera cumplicidade
Importante mistério a desvendar
O precioso sabor de viver e sonhar
Poesia ilustrada na nossa cidade
Cúmplice de ti perante a verdade
Cumplicidade por ti partilhada
A nossa história bem contada
Em cada linha da nossa cidade
Cúmplice de ti, tatuado na pele
Cumplicidade na entrega total
Deixa que ao mundo eu revele
Que tu na minha vida és essencial
Cúmplice de ti, simplesmente eu
Cumplicidade sentida com saudade
És o céu e o mar unicamente meu
Eu, teu cúmplice, a tua cumplicidade

Cúmplice e cumplicidade



Cúmplice ou mera cumplicidade
Importante mistério a desvendar
O precioso sabor de viver e sonhar
Poesia ilustrada na nossa cidade
Cúmplice de ti perante a verdade
Cumplicidade por ti partilhada
A nossa história bem contada
Em cada linha da nossa cidade
Cúmplice de ti, tatuado na pele
Cumplicidade na entrega total
Deixa que ao mundo eu revele
Que tu na minha vida és essencial
Cúmplice de ti, simplesmente eu
Cumplicidade sentida com saudade
És o céu e o mar unicamente meu
Eu, teu cúmplice, a tua cumplicidade