segunda-feira, 5 de maio de 2014

Espera...



Enquanto na sombra esperava
Por uma palavra que fosse tua
Via por mim o tempo que passava
Nesta espera ao fundo desta rua

Dar um passo será o mais correto
Qual a direção que devo seguir
Aprendi que nada pode ser certo
No dia que decidiste para longe partir

Enquanto na sombra esperava
Senti as palavras em redor a voar
A longa espera que me inquietava
Sentindo os meus pés a vacilar

Dar um passo seria o mais correto
Dei por mim na tua rua a parar
Eu que nunca fiz nada de certo
Decidi mais uma vez a ti respeitar

Já longa vai toda esta espera
Na vida é preciso ser paciente
O tempo esse é uma grande fera
Que devora o brilho do horizonte



Sem comentários: