domingo, 6 de julho de 2014

Viver



Tudo começou com um olá desconhecido
Para a grande viagem poder começar
Uma pergunta, até onde vamos chegar?
No futuro tudo poderá ser respondido.

O dia a dia um mistério para percorrer
Uma estrada reta que ruma ao horizonte
O mais importante é mesmo o presente
Os cruzamentos e o passado para esquecer.

O amanhã será sempre o mais incerto
O condimento que devemos ambicionar
Fazendo a nossa vida sempre melhorar
Para que o outro possamos ter por perto.

E se um dia se tiver que dizer adeus
Lágrimas e saudade vão bem alto falar
Relembram o quanto pudemos viajar
Por entre as ruas dos sonhos teus e meus.

Sem comentários: