terça-feira, 24 de março de 2015

Estado(s)...



Local próprio e racionalmente organizado
Cujo governante é a mais pura da emoção
Tantas vezes nos encontramos nesse estado
Ouvem-se muitas vozes sem nenhuma razão

Estes momentos definem estados de alma
Num caminho que ainda não está traçado
Cada passo dado atiça e alimenta a chama
Fazendo arder mesmo o terreno já queimado

Tantas vezes e momentos sentimos a ilusão
De controlar o rumo seguido nessa viagem
As escolhas são fruto simplesmente da ocasião
Todo o controlo não passa de uma miragem.

segunda-feira, 23 de março de 2015

Viajar! Perder países!



Viajar! Perder países!


Viajar! Perder países!
Ser outro constantemente,
Por a alma não ter raízes
De viver de ver somente!

Não pertencer nem a mim!
Ir em frente, ir a seguir
A ausência de ter um fim,
E a ânsia de o conseguir!

Viajar assim é viagem.
Mas faço-o sem ter de meu
Mais que o sonho da passagem.
O resto é só terra e céu.

(de Fernando Pessoa)

sexta-feira, 13 de março de 2015

Esta noite...



Esta noite sonhei contigo
Será que estava mesmo a dormir
Sei que não te posso ter comigo
Alegra-me pensar no teu sorrir

Hoje bem cedo visitei o teu retrato
Porque esta noite sonhei ter-te comigo
Estamos a viver assim distantes
Penso no que se passa aí contigo!
Sinto os olhos levemente a lacrimejar
Fustigados por esta saudades atroz
Os momentos que vivemos juntos
Tudo o que se colocou entre nós!.

Que magnifico que é sonhar
Sonhar não custa mesmo nada
Sonhar e nada mais do que voar
Mesmo quando abrimos os olhos
Que lindo é poder sonhar!


quarta-feira, 11 de março de 2015

Simplesmente lindo...

Não é meu,  mas adorei este poema e por isso publico na língua original.


"I carry your heart with me

I carry your heart with me ( i carry it in
my heart). I am never without it ( anywhere
I go you go, my dear; and whatever is done
by only me is your doing, my darling)
I fear
no fate (for you are my fate, my sweet) I want
no world (for beautiful you are my world, my true)
and it's you are whatever a moon has always meant
and whatever a sun will always sing is you

here is the deepest secret nobody knows
(here is the root of the root and the bud of the bud
and the sky of the sky of a tree called life; which grows
higher than the soul can hope or mind can hide)
and this is the wonder that's keeping the stars apart

I carry your heart ( I carry it in my heart)"