quinta-feira, 28 de abril de 2016

Saudade de ti...


Não sei mais como aguentar
Esta linha de pensamento
Esta sede de me perder a viajar
Esquecendo tudo em todo o momento...
Tenho saudades de ti
Assumo a falta que sinto
O ler da alma no estado mais puro!
Tenho saudades de ti...
Porquê?
Sei e posso dizê-lo
Tu fazes parte de mim
Perder-me atrás de cada palavra
Esconder-me na curva de uma vírgula
Sim, tenho saudades de ti
Sinto o ardor nas minhas veias
A chama que me incendeia e consume
Sinto saudade de ti
E por mim voltei a este ponto de partida
Por uma necessidade sentida
De calar este grito mudo cá dentro!


Sem comentários: